Ronaldinho Gaúcho no Milan

Finalmente! Foi tomada a melhor decisão para o futuro do jogador. O Manchester City não é um clube de muito destaque, enquanto o Milan é o atual campeão do mundo (pena que não poderá defender o título no Mundia de Clubes deste ano).

O Barcelona recebeu 21 milhões de euros pelo brasileiro; além disso, caso o Milan se classifique para a Champions League (Liga dos Campeões) do ano que vem, o clube italiano deverá pagar mais quatro milhões de euros ao espanhol.

Ronaldinho Gaúcho
Photo credit: Foraggio Fotographic

A decisão do Ronaldinho de não cobrar o 15% do passe (uns cinco milhões de euros ao todo) foi deciva na transação. Ele vai jogar três temporadas no Milan, até Junho de 2011. Estará em boa companhia, ao lado do Kaká e do Alexandre Pato.

Um Barcelona diferente

O Barcelona já não aquele que ganhou duas Ligas da Espanha e uma Champions League. Hoje em dia, o time não é tão estável quanto antes. Muitas modificações foram e são feitas a cada jogo. Antes eu via um grupo muito unido e harmonioso; no entanto, após cada nova estrela que era contratada, o grupo se diluía. Cada um que entrava queria fazer tudo sozinho, se mostrar melhor que os outros.

Com as estréias de Bojan e de Giovanni Dos Santos (este já fora do Barcelona) acabou-se o grupo de vez. Cada um queria ser o melhor, sempre apelando para o individualismo, perdendo a chance de ajudar o grupo passando a bola para um companheiro melhor posicionado para definir.

Você lembra da equipe “Galáctica” do Real Madrid, com Ronaldo Fenômeno, Zinedine Zidane, Beckham e outras feras? O que aconteceu quando esse grupo se separou? O Madrid ficou pra trás, e surgiu o grupo do Barcelona, com Ronaldinho e companhia.

O mais importante semrpe é o grupo, a equipe. Ninguém joga sozinho. Uns dependem dos outros, e devem se ajudar. Um grupo unido, de jogadores com um mínimo de humildade no coração, pode ganhar tudo o que desejar; um amontoado de estrelas em busca de fama não vai a lugar nenhum.

Após uma má fase interminável, o clube merengue conseguiu formar um novo grupo, ao mesmo tempo que o Barcelona entreva em uma baixa futebolística. Agora, o destino da depenada equipe do Barcelona é o mesmo que o do Real Madrid antes: uma fase de problemas, sem títulos, de maus resultados.

Algum dia vão aprender que uma equipe não é um amontoado de jogadores? Que um monte de grandes estrelas juntas não vão formar, necessariamente, uma grande equipe? Será que Real Madrid aprendeu a lição, ou vai desmachar o grupo depois desta temporada?

Já não tenho motivos pra torcer pro Barça. Agora vou torcer com mais fervor pro Milan.

Assista um vídeo da festa da apresentação do Ronaldinho Gaúcho no Estádio San Siro.


Technorati : , , , , ,

5 Comentários em “Ronaldinho Gaúcho no Milan”

  1. Entaum tu torce pro time q o Gaúcho vai eh??
    Tu n torce pra nenhum clube po, e sim pro Gaúcho…
    Tu nunk torceu pro Barcelona, jah q estah abandonando o time qnd ele começa 1 crise…
    Oh fidelidade hein???
    Eh o clássico vira casaca!!!!!!!
    Inda fala “interminável” crise d Real…
    Fala sério kra, foram 3 anos, o Barcelona jah tah c 2 sem ganhar nada!!!

  2. É isso mesmo, torço pro time em que o Ronaldinho Gaúcho joga. Que outra razão eu teria para ser torcedor de um clube europeu, que joga a milhares de quilômetros de onde estou? Porque ele ganha muitos títulos, é poderoso e pode pagar qualquer jogador? Assim é fácil.
    Não sou vira-casaca, pois o Barcelona nunca foi meu time do coração. Vira-casaca é a vovozinha. Eu torci pro Barcelona porque o Ronaldinho foi jogar lá, pois eu sou torcedor de paixão, na vitória e na derrota, do Imortal Tricolor Gaúcho, e continuarei sendo até depois do fim dos tempos.
    Além disso, o Barcelona passou por maus momentos, e eu continuei torcendo pro clube. O caso é que a equipe mudou muito, e eu não gosto da maioria dos jogadores, nem de como a dirigência está tocando o barco. Eu continuaria torcendo pro Barça se ele não tivesse mudado tanto.

    PS: Leia melhor a frase e, talvez, você perceba que eu não quis dizer que a má fase do Real Madrid foi literalmente “interminável”.

  3. Tudo bem, então você acompanha a carreira do Gaúcho…
    Sim, mas qual o problema de torcer de coração para um clube europeu??
    Respeito seu posicionamento de torcedor do Grêmio, mas um brasileiro pode sim acompanhar fielmente um clubeu europeu, principalmente hoje com transmissões íntegras dos campeonatos do velho continente…
    Até porque o brasileirão é muito fraco tecnicamente, eu particularmente sou fã de carteirinha do futebol europeu…

  4. Fabrizio, eu também adoro o futebol europeu. Eu acompanho de perto a Liga da Espanha, o campeonato italiano, e a Premier League da Inglaterra. Também assisto, as vezes, jogos do futebol alemão, francês, e até holandês.
    Da Liga dos Campeões eu assito todos os jogos que posso.
    Só acho que é muito fácil começar a torcer pra um time poderoso, que ganha muitos títulos, e que tem grandes estrelas.
    Além disso, eu simplesmente não poderia sentir por outro time o que eu sinto pelo Grêmio. Pra mim, time do coração é um só.
    Abraço

  5. o ronaldinho e meu fã numeró 1 do milan e o pato kaká beckeran eles todos me eespiraran no futebol eu te adollo ronaldinho meu sonho e que vc vinhece aqui na minha cidade que e bonito pará

Leave a Reply