Eurocopa 2008 – O dia Depois da Final

A Espanha é pura festa após a merecida vitória de ontem, que terminou com um jejum de 44 anos sem um título europeu.

No canto escuro, a Alemanha se afunda em uma série de fracassos; quando está perto de levantar a copa, amarela. Os alemães foram derrotados duas vezes pelo Brasil, na final da Copa do Mundo de 2002, e depois na final da Copa das Confederações realizada na Alemanha, em 2005. No ano seguinte, na Copa do Mundo, a Alemanha foi eliminada nas semifinas sendo a dona de casa. Ontem, perderam a final da Eurocopa contra a Espanha.

Todo esforço alemão foi inútil…

Photo Credit: unukorno

Germany Fail
FAIL!
Photo Credit: Zeitfixier

Como eu disse no post anterior, a Espanha foi a melhor seleção desta Eurocopa 2008. Luis Aragonés armou uma excelente equipe, bem estruturada. Muito diferente do amontoado de jogadores que é a seleção do Dunga.

Também acho que esta competição deu de dez a zero na Copa do Mundo da Alemanha; as seleções mostraram muito mais qualidade e vontade. Ao contrário do que se faz hoje em dia, ninguém regateou futebol nas fases decisivas da competição.

Google
Até Deus reconheceu a superioridade da Espanha

A Equipe Ideal da Eurocopa 2008

O melhor jogador da Eurocopa 2008, escolhido pela UEFA, foi Xavi Hernández. Além disso, 9 dos 23 jogadores da “equipe ideal” escalada pela UEFA são espanhóis. Para a surpresa de muitos (ou não), Cristiano Ronaldo não faz parte da super equipe.

Os três goleiros dessa equipe são Iker Casillas (Espanha), Gianluigi Buffon (Itália), e Edwin Van der Sar (Holanda). Os zagueiros seriam Marchena e Puyol (Espanha), Bosingwa e Pepe (Portugal), Phillip Lahm (Alemanha), e Yuri Zhirkov (Rússia).

O meio campo seria formado por Marcos Senna e Xavi Hernández, da Espanha, Zyryanov, da Rússia, junto ao turco Hamit Altintop e o croata Luka Modric.

As musas inspiradoras de Luka Modric
Gatinhas da Croácia
Photo Credit: Sepperer Marcus

As musas inspiradoras de Hamit Altintop
Gatinhas da Turquia
Photo Credit: Seperrer Marcus

Os volantes escolhidos pelo expertos da UEFA são: Cesc Fábregas e Andrés Iniesta, da Espanha, os alemães Michael Ballack e Lukas Podolski, e o holandês Wesley Sneider. Os melhores atacante, segundo a UEFA, foram os espanhóis David Villa e Fernando Torres, e os russos Andrei Arshavin e Roman Pavlyuchenko (fonte: El País).

No El País, um site de notícias espanhol, foi feita uma enquete para saber qual jogador foi o melhor, na opinião dos leitores. Veja só:

Marcos Senna disparado na frente. Foram “apenas” 25923 votos até agora, mas a tentência é clara. Não sei como deixaram de fora dessa enquete o Iniesta, que foi tão importante quanto Xavi e, na minha opinião, mais importante do que Casillas (que não foi exigido sequer uma vez na final).

Impressionate foi a quantidade de chuvas durante a Euro. Mas o que mais choveu foi CERVEJA!!!

Cerveja
Photo Credit: Zeitfixierer

Copo de cerveja da Eurocopa 2008
Photo Credit: James Cridland

Lembro da semifinal entre a Alemanha e a Turquia, disputada sob chuva torrencial, com raios e mais raios surcando o céu. A galera que assistia o jogo na Fan Zone, a céu aberto, não arredou o pé até que o juiz marcou o final.

A competição foi uma grande festa. Veja só o que nós perdemos aqui, aqui, e aqui. Ah, alguém poderia me explicar que bizarrice é essa???


Technorati : , , , , , ,

Leave a Reply