Como os peruanos estão vivendo a suspensão da FIFA

Parece algo que pouco importa no Brasil. Por um lado os peruanos sofrem, com seu futebol perdendo prestígio internacional, com seus clubes e sua seleção perigando ficar fora das competições internacionais e perder muito dinheiro. Por outro lado temos o Inter de Porto Alegre, que está pouco se lixando para o futebol peruano, que está desejando que a expulsão da Federação Peruana de Futebol de confirme na próxima reunião da FIFA, dia 20 de Dezembro, para assim ter chances de se classificar para a Taça Libertadores 2009, ano de seu centenário.

É uma atitude lamentável, indigna de um gaúcho de raça, movida pela ineficácia do Inter no Campeonato Brasileiro de 2008, que o deixou longe da zona de classificação para a Libertadores de 2009. Até já houve diálogo (leia-se “pressão”) da diretoria do Inter para a CONMEBOL confirmar uma das três vagas livres, que seriam dos peruanos, para o campeão da Copa Sul-americana 2008. Obviamente que eles, muito humildes, estão dando o título por ganho. Respeito ao rival? Pra quê? Respeito ao futebol do Peru, que representa TUDO na vida de muitas pessoas? Pra quê? Solidariedade? Ética? Moral? Quié isso?

Os problemas no futebol peruano vêm desde 2006, quando Manuel Burga, o Presidente da FPF (Federação Peruana de Futebol), foi castigado pela Comissão de Justiça do IPD (Instituto Peruano do Desporte, organismo govenamental) por não adequar os estatutos da FPF à Lei do Desporte. Apesar disso, Burga foi reeleito em 2007. No entanto, essa eleição não é reconhecida pelo Governo do Peru, o que foi interpretado pela FIFA com intervanção do Governo do país na Federação Peruana de Futebol e causou a suspensão em vigor.

Ainda não foi achada uma solução ao problema, mas no Peru todos estão dispostos a ajudar. A FPF, o IPD e a ADFP (Associção Desportiva do Futebol Peruano) estão dispotas a dialogar, planejando reuniões para resolver a questão.

Os mais criticados pela crise são Manuel Burga e o Presidente do IPD, Arturo Woodman, mas o primeiro é o mais atacado pela imprensa. Veja as capas dos jornais peruanos, após a suspensão ditada pela FIFA (com tradução livre).

Federação Peruana de Futebol suspendida pela FIFA
“Desfiliação – A FIFA nos mostra cartão vermelho” (do jornal Correo)

“Por culpa de Burga, a FIFA suspendeu temporariamente
o futebol peruano de toda competição internacional”

Federação Peruana de Futebol suspendida pela FIFA
“Nos meteu gol contra” (Manuel Burga na capa do jornal Perú 21)

“Levantem o morto” (do jornal El Bocón)Federação Peruana de Futebol suspendida pela FIFA

“Este é seu destino”
Federação Peruana de Futebol suspendida pela FIFA
“Suspendido” (do jornal El Comércio)

A expressão em letras grandes seria uma mistura de “saiu impune” com “conseguiu o que queria”.
A frase ao lado, em vermelho, reafirma isso, dizendo “conseguiu que a FIFA suspenda o Peru”Federação Peruana de Futebol suspendida pela FIFA
(Manuel Burga na capa do jornal La República)

“Não quer renunciar” (Manuel Burga como a morte na capa do jornal Líbero. Sutil, não?)Federação Peruana de Futebol suspendida pela FIFA
“Matou o futebol”

“Morreu o futebol” (do jornal Todo Sport)
Federação Peruana de Futebol suspendida pela FIFA

Imagens tiradas do site peru.com.

É impossível julgar a administração de dois anos de Manuel Burga apenas com as notícias sobre a suspensão ocorrida há alguns dias, mas acho que a imprensa pegou pesado com ele. Além disso, a Federação de Peruana de Futebol não é só o seu Presidente, mas uma comissão formada por várias pessoas, e não é a única encarregada ou que deve se preocupar com futebol do país.

Devemos esperar que os peruanos consigam resolver essa crise, ao invés de desejar uma catástrofe para eles. Pelo bem do futebol peruano, do sul-americano, e do espetáculo que será a próxima edição da Taça Libertadores.


Technorati : , , , , , , , , ,

2 Comentários em “Como os peruanos estão vivendo a suspensão da FIFA”

  1. Só capa cabulosa dos jornais peruanos. Acho que por mais que tente, o Inter não ficará com a vaga.

  2. Com Nicolás Leoz sendo o Presidente da CONMEBOL e sócio do Inter, eles tem muitas chances de ficar com essa vaga, caso os peruanos sejam expulsos da FIFA. Vamos ver o que acontece.
    Abraço

Leave a Reply