Com gol de Ronaldinho Gaúcho, Milan vence clássico contra o Inter

Ronaldinho e Kaká comandaram a vitória de 1 a 0 do Milan em cima do seu arqui-rival Inter de Milão, na quinta rodada do campeonato italiano 2008/2009.

No começo do jogo, o Milan teve a posse de bola, trocando passes diante da área rival, procurando espaços para entrar. O Ronaldinho Gaúcho jogou bem, com boa movimentação, fazendo bons passes, mostrando muita tranquilidade. O Inter foi mais cauteloso nos primeiros minutos, fazendo a bola correr, mas sem avançar no campo.

A primeira aproximação foi do dono de casa, aos nove minutos, com um chute de Ambrosini de fora da área, que se desviou em um rival e terminou fácil nas mãos de Júlio César. No minuto seguinte, Ibrahimovic foi até a linha de fundo e cruzou para a pequena área, obrigando o goleiro Abbiati a tirar a bola perigosa com o pé.

No minuto 11, houve uma jogada polêmica, na qual Materazzi pulou para tirar a bola da área do Inter e quando caía bateu forte com o braço em Kaká. A torcida ficou reclamando pênalti. O árbitro, que estava perto, viu claramente a jogada, e devia ter marcado a penalidade máxima. Dois minutos depois, Zambrotta chutou forte de direita, de longe, e a bola passou perto do travessão de Júlio César.

O jogo se passava com muita luta, como em todo clássico, com os dois times fechando os espaços para o rival. Aos 16′, o brasileiro Maicon fez uma boa jogada, se livrou de três rivais e fez um passe para Ibrahimovic dentro da área, que adiantou muito a bola quando tentou dominar, e ela terminou nas mãos de Abbiati. Dois minutos depois, após um bate-rebate perigoso dentro da área do Inter, Alexandre Pato chutou forte, mas em cima da defesa.

Aos 25 minutos, Kaká e Ronaldinho Gaúcho invadiram a área em uma boa jogada de triangulação, que terminou com um chute forte do camisa 80 e uma boa defesa do Júlio César. O Ronaldinho jogou à vontade, fazendo alguns toques de luxo para ganhar a torcida e provocar os rivais.

Minuto eletrizante

Com o relógio cravado nos 35 minutos, Quaresma exigiu o arqueiro Abbiati com um cruzamento perigoso, tirado com os punhos. Trinta segundos depois, o Inter teve outra boa chance, com um chute forte e cruzado, que obrigou Abbiati a fazer mais uma defesa difícil. No contra-ataque, aos 36′, Ronaldinho pegou a bola no meio-campo e fez um passe longo para Kaká na ponta direita, este avançou até a linha de fundo e fez um cruzamento perfeito para que o Ronaldinho Gaúcho (que correu até a área) mandasse a bola pro fundo da rede, com uma cabeçada também perfeita, pegando Júlio César à contrapé.

A torcida explodiu nas arquibancadas do Estádio Giuseppe Meazza (mais conhecido como San Siro) e o Ronaldinho festejou muito em campo.

Aos 42 minutos, Alexandre Pato recebeu na frente da área do Inter, deu uma pedalada pra se livrar do rival mas adiantou muito a bola, que terminou nas mãos de Júlio César. O árbitro terminou o primeiro tempo aos 46′.

Segundo tempo

Com o passar dos minutos, o Ronaldinho Gaúcho foi ganhando confiança, jogando simples e fazendo bons passes. O Milan continuou tendo a posse de bola. Aos 12 minutos, o Ronaldinho tentou um chute de fora da área, mas saiu desviado à direita do gol.

O técnico do Inter, José Mourinho, fez duas mudanças um minuto depois, tirando Materazzi e botando Cruz, e substituindo Mancini por Adriano. Até os 24′ o Milan tinha a posse de bola, e o Inter tentava nos contra-ataques com pouca precisão. Nos 25′ a coisa mudou, começando com o chute de fora da área de Cruz, que passou perto do gol de Abbiati. Enseguida, foi a vez de Ibrahimovic tentar da intermediária, mas a bola saiu desviada também.

Aos 28 minutos Carlo Ancelotti, técnico do Milan, fez uma substituição defensiva, tirando Alexandre Pato e colocando Flamini em campo. O Inter passou a ter maior posse da bola, com Adriano muito envolvido no ataque. No entanto, aos 30 minutos, Kaká sofreu uma dura falta de Burdisso no contra-ataque do Milan, o argentino levou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Aos 33′, Kaká invadiu a área pela esquerda e chutou, obrigando Júlio César a fazer uma defesa difícil. Mesmo com um homem a menos, o Inter continuou atacando em busca do empate. Aos 35 minutos, Stankovic chutou forte de fora da área, Abbiati deu rebote, Adriano pegou a sobra e chutou mandando a bola perto do travessão. Nessa jogada Adriano sofreu de Flamini uma falta parecida à que Kaká sofreu de Materazzi no primeiro tempo, que tampouco foi assinalada.

Ronaldinho Gaúcho foi substituído aos 38 minutos, saindo ovacionado de pé pela torcida local. Shevchenko entrou no lugar do camisa 80. Um minuto depois, ele invadiu a área pela esquerda e chutou, e Júlio César espalmou para escanteio. Gattuso, que ajudou muito tanto na defesa quanto no ataque, foi substituido por Bonera aos 42 minutos.

O Inter não se deu por vencido, e quase conseguiu o empate aos 45′, em uma confusão na área do Milan quando Adriano e Cambiasso tentavam definir. Aos 47′ veio a melhor chance para o Inter: Maicon cruzou da direita e Adriano cabeceou livre na segunda trave, mas direto pra fora.

O Milan tentou administrar a bola nos últimos minutos, enquanto o cansado Inter tinha muita dificuldade para recuperar. A última chance de empate foi aos 49′: Adriando matou a bola no peito, na entrada da área, e tocou para o chute de Ibrahimovic, que saiu alto e pra fora.

O árbitro apitou o final de jogo e começou o festejo no San Siro. Do outro lado, foi a primeira derrota de Mourinho como técnico do Inter.

Vídeo – melhores lances de Milan 1 x 0 Inter de Milão com o gol do Ronaldinho Gaúcho

Pois é, a tranferência do Ronaldinho ao Milan já rendeu bons frutos. Imagine a felicidade de Ancelotti, que neste jogo pensava deixar o Gaúcho no banco de reservas.

Escalações

Milan: Abbiati; Zambrotta, Maldini, Kaladze e Jankulovski; Gattuso (Bonera, aos 42′ do segundo tempo), Ambrosini e Seedorf; Kaká e Ronaldinho Gaúcho (Shevchenko, aos 38′ do segundo tempo; Pato (Flamini, aos 28′ do segundo tempo). Técnico: Carlo Ancelotti.

Inter: Júlio César; Maicon, Burdisso, Materazzi (Cruz, aos 13′ do segundo tempo) e Chivu; Vieira (Stankovic, aos 35′ dos segundo tempo), Cambiasso e Zanetti; Mancini (Adriano, aos 13′ do segundo tempo), Ibrahimovic e Quaresma. Técnico: José Mourinho.

O Inter perdeu três posições com a derrota, e agora é quarto colocado do campeonato italiano, com 10 pontos em cinco jogos. O Milan ganhou três posições, ficando na sexta posição, com 9 pontos em cinco jogos.


Technorati : , , , , , ,

Leave a Reply