Brasil vence a Argentina por 2 a 0 no hexagonal final do Sul-americano sub-20

Debaixo de muita chuva, e sobre um campo de futebol inapresentável, a seleção basileira derrotou a argentina por 2 a 0. A chuva transformou a partida em uma luta contra o terreno de jogo mais do que contra os rivais. A bola simplesmente não quicava em uma das laterais, uma das razões pela qual pode (e deve) ser suspendida uma partida. Os passes ficavam curtos com a bola presa nas poças de água, além de ser muito difícil transportar a bola com o pé.

Isso impossibilitou que o jogo tivesse muitas situações de gol. Contudo, a Argentina foi um pouco melhor que o Brasil, e até conseguiu um merecido gol aos 23 minutos, mas foi anulado. Cristian Gaitán marcou de cabeça, mas como a bola foi perto (apenas perto) de onde estava Meza (em cima da linha do gol), o segundo assistente, Wilson Berrío, marcou impedimento, equivocadamente, pois o camisa 4 não participou da jogada. A melhor chance para o Brasil no primeiro tempo foi com Walter, e um chute que passou perto da trave direita de Diego Rodríguez.

O segundo tempo começou tão tedioso quanto o primeiro, com os jogadores lutando contra o barro, sem poder jogar futebol de verdade. O Brasil finalmente abriu o placar aos 21 minutos, de pênalti, cometido por Marcelo Benítez, que de forma boba tocou a bola com a mão dentro da área argentina. Alan Kardec se encarregou da cobrança, o goleiro Rodríguez chegou a tocar a bola mas não pôde impedí-la de entrar.

A Argentina teve uma chance aos 26′, com um chute cruzado que Renan defendeu seguro. O estado do campo facilitou o trabalho do Brasil de segurar a equipe argentina. Walter teve uma boa chance aos 34′, mas não pôde definir da melhor maneira, novamente por culpa do terreno. Enseguida foi a hora do Brasil sofrer, em uma jogada confusa, com as duas equipes tendo que lutar muito com o terreno, a Argentina procurando o gol, o Brasil tentando afastar o perigo, e a bola que não saía das poças de água.

Depois, aos 41 minutos, chegou o gol da tranquilidade. Douglas Costa puxou o ataque, invadiu a área e chutou, mas Rodríguez defendeu, o gremista novamente recolheu a bola e cruzou para Juliano, que definiu sozinho no meio da pequena área. No finalzinho do jogo, uma briga pela bola terminou em briga entre vários jogadores de ambas as equipes, mas felizmente a confusão terminou logo. O preço da briga foi alto para as duas seleções. Patric, o bom lateral brasileiro, foi expulso, assim como Suculini, que é um dos melhores da alvi-celeste e não estará no jogo contra o Uruguai.

Com duas vitórias em dois jogos, contra seus rivais clássicos, o Brasil segue líder do hexagonal final com seis pontos ganhos.

Assista os gols de Brasil 2 x 0 Argentina pelo Sul-americano sub-20.

Confira a tabela do Sul-americano sub-20 Venezuela 2009.


Technorati : , , , , , , , , , , ,

Leave a Reply