Atlético-PR é eliminado da Copa Sul-americana 2008

No jogo de volta das oitavas-de-final da Copa Sul-americana 2008, o Furacão foi derrotado 4 x 3 pelo Chivas de Guadalajara na Arena da baixada, ficando fora da competição.

Na ida, a equipe paranaense fez uma bom jogo, empatando em 2 a 2 no México, mesmo jogando com reservas. Com uma vitória simples, ou mesmo com um empate de 0 a 0 ou 1 a 1, o Atlético passava às quartas-de-final. Desta vez, o time titular entrou em campo, e perdeu.

Copa Sul-americana

A primeira chance clara de gol foi do Atlético-PR, com uma cebeceada de Oldoni e uma difícil defesa do goleiro Hernández. Aos 14 minutos, após uma boa avançada do Altético-PR, com boa troca de passes, Rafael Moura chutou de virada e a bola passou com perigo à esquerda do gol rival.

O jogo se passou lento e tedioso, com as duas equipes muito imprecisas, dividindo a posse de bola, sem idéias para gerar futebol no ataque. Então, aos 42 minutos, Fabián fez cruzamento da esquerda na cobrança de falta, e Pineda apareceu sozinho na segunda trave para cabecear pro gol, marcando o 1 a 0 para os visitantes.

Aos 46 minutos, Netinho invadiu a área pela esquerda e cruzou forte e rasterio, Rodriguinho e Oldoni se jogaram mas não conseguiram tocar a bola. A posição deles parecia irregular nessa jogada, mas o bandeirinha não marcou nada. O primeiro tempo terminou 1 a 0 para o Chivas de Guadalajara.

Segundo tempo

Aos cinco minutos da segunda etapa, Báez pegou a sobra na entrada da área e chutou cruzado de primeira, marcando o 2 a 0 para o Chivas. A defesa do Atlético-PR não respondeu bem ao ataque do riaval, ficou só olhando os mexicanos tocar bola. O desconto da equipe local chegou aos 13 minutos, em um lance muito parecido ao primeiro gol do Chivas. Em cobrança de falta na lateral esquerda, Netinho cruzou na segunda trave, onde apreceu Rafael Moura pra cabecear e marcar o 2 a 1.

O jogo melhorou muito, com ataques constantes do Altético-PR seguidos por contra-ataques perigosíssimos do Chivas. Só que a equipe mexicana era mais contundente cada vez que chegava. No minuto seguinte ao gol de Moura, Fabián chutou forte da intermediária, o arqueiro Vinícius deu rebote mas, para a sua sorte, a bola ficou com a zaga atleticana.

Os minutos se passaram com ataques cheios de vontade do Altético-PR, mas pouca contundência. O Chivas, muito pelo contrário, cada vez que chegou, fez. Aos 17 minutos, no contra-ataque, Arellano usou sua velocidade para deixar o rival pra trás, invadiu a área pela esquerda e, quase sem ângulo, deu um toque de categoria encobrindo o goleiro Vinícius para marcar o 3 a 1.

Cinco minutos depois, Santana fez uma excelente cobrança de falta metendo a bola no ângulo direito de Vinícius, marcando o 4 a 1. A torcida continuou cantando e o Atlético-PR não se rendeu. No escanteio cobrado aos 24 minutos, Kelly cabeceou para marcar o 4 x 2. A luta continuou, e aos 34 minutos Fernando Moura marcou novamente. Rhodolfo fez cruzamento da direita, Moura dominou a bola com grande categoria de costas para o gol, virou e bateu cruzado de esquerda, sem chances para o goleiro Hernández.

Apesar da batalha até o final, o placar ficou no 4 x 3. O Chivas de Guadalajara passou às quartas-de-final, onde enfrentará o vencedor da chave disputada entre Defensor, do Uruguai, e River Plate, da Argentina. O primeiro jogo dessa chave terminou com vitória de 2 a 1 para o River, no Estádio Centenário.

Confira a tabela da Copa Sul-americana 2008 e a lista com todos os jogos, suas datas, horários e resultados.


Technorati : , , , , ,

Leave a Reply