Argentinos e Estudiantes empatam pelas semifinais da Copa Sul-americana

No jogo de ida da primeira semifinal o Inter derrotou o Chivas no México, ficando com uma boa vantagem para a revanche. Na segunda semifinal, o local Argentinos Juniors apenas pôde empatar em 1 a 1 com o Estudiantes, em um jogo muito ruim, com mais brigas que futebol, resolvido em jogadas de bola parada.

A partida foi equilibrada até os 26 minutos do primeiro tempo, quando a visita abriu o placar, se mostrando tão bem quanto nas fases anteriores. Após a cobrança de escanteio Alayes cabeceou livre na entrada da pequena área, a bola bateu no travessão, depois no pé do goleiro Torrico do Argentinos e entrou. O gol foi contra, então.

Copa Sul-americana

O Argentinos foi logo em busca do empate e quase o conseguiu, primeiro com uma cabeçada de Pavlovich, aos 30 minutos, e depois com um chute de longe de Escudero, aos 32′. Em ambas ocasiões a bola passou tirando tinta da trave esquerda do arqueiro Adújar.

O empate não chegou e os jogadores do Argentinos se impacientaram, esqueceram de jogar e começaram a usar a violência contra os adversários. O Estudiantes, por outro lado, jogava com tranquilidade, tendo o resultado ao seu favor. O jogo ficou muito cortado, com muitas faltas duras, a maioria não marcada pelo péssimo árbitro Alejandro Sabino, que perdeu completamente o controle do jogo.

Os bandeirinhas tiveram um desempenho tão ruim quanto o do árbitro. O primeiro auxiliar, Hernán Maidana, fez Sabino mostrar cartão amarelo para Desábato, por uma suposta briga com Pavlovich, que não existiu. O segundo auxiliar, Ricardo Casas, fez caso omisso de várias faltas duras, mas marcou uma inexistente, uma simulação exagerada de um jogador do Argentinos, que terminou no empate da equipe local aos três minutos do segundo tempo. Isso sem contar os impedimentos marcados de forma equivocada.

Após a igualdade no placar, o Argentinos capitalizou a posse de bola, e o Estudiantes se perdeu em campo. Em meio a muitas e muitas faltas, patadas, empurrões, cotoveladas, houveram duas chances claras de gol para o Argentinos, sempre de bola parada. Ricalde quase marcou de cabeça aos 15 minutos, mas Andújar fez excelente defesa. Aos 19 minutos, Pavlovich pegou a sobra do escanteio e tocou pro gol, mas Andújar tirou quando a bola entrava. Os jogadores do Argentinos ficaram reclamando que a bola tinha entrado, e a repetição televisiva mostrou que havia entrado, sim. Era o gol da vitória do Argentinos, mas não foi marcado.

Aos 29 minutos, Desábato deu uma cotovelada maldosa no pescoço de um rival. Apesar de deixar passar muita coisa, desta vez o árbitro tomou uma atitude. A falta merecia cartão vermelho direto, mas Sabina apenas deu cartão amarelo para Desábato, e não teria expulso o zagueiro se os jogadores do Argentinos não o houvessem alertado de que Desábato já tinha cartão amarelo (aquele que ele não mereceu, marcado pelo primeiro auxiliar).

A tarefa arbitral foi um verdadeiro vexame. Esses sujeitos não deveriam dirigir uma semifinal de uma competição internacional (mesmo que não seja muito boa ou importante). O árbitro sequer teve autoridade para fazer a barreira repeitar a distância em uma cobrança de falta, os jogadores simplesmente o ignoraram. Aos 43 minutos os dois times ficaram com dez jogadores, após a expulsão de Juan Sabia no Estudiantes.

O jogo foi péssimo e até agora nenhum dos dois times fez méritos para chegar à final e muito menos ao título. O maior problema do Estudiantes foi a falta do futebol de Verón, que jogou sentido por uma lesão e não voltou para o segundo tempo. Assista os gols da partida no vídeo abaixo.

A revanche será dia 20/11, às 21:15 horas. O Argentinos precisa fazer ao menos um gol, pois o 0 a 0 classifica o Estudiantes pelo gol de visitante que marcou. Se um dos times conseguir a vitória passará à final. Um novo empate de 1 a 1 leva a decisão aos pênaltis, mas se for igualdade de 2 a 2 ou com mais gols o Argentinos se classifica para a final pelo cirtério de gols de visitante. Espero que pelo menos façam uma partida melhor que a do jogo de ida… E que o árbitro seja melhor.

Confira a tabela da Copa Sul-americana 2008 e a lista com todos os jogos, suas datas, horários e resultados.


Technorati : , , , , , , , , ,

Um Comentário em “Argentinos e Estudiantes empatam pelas semifinais da Copa Sul-americana”

  1. Certamente, a final será entre Inter x Estudinates e acredito que desta vez um time brasileiro vai levar essa Copa. Mas, será uma grande final de dois belos times.

Leave a Reply